Ian Riseley Luiz Acorsi  
Presidente 2017-18
Rotary Internacional
Governador 2017-18
Rotary Distrito 4700
Boa noite, 27 de Maio de 2018 Dolar rotário - Maio de 2018 - R$ 3,43  
 
Planejamento Estratégico do Distrito
 
Atualizado para as Gestões 2016/2020
 
“Quando uma tarefa é tão grande que a mente e as mãos são incapazes de realizá-la, tente emprestar a ela um pouco de seu coração. Os maiores feitos conquistados pelo homem são o resultado do esforço conjunto do coração, da mente e das mãos.” (Paul Percy Harris)
 
ROTARY INTERNATIONAL - DISTRITO 4700
Governador 2017/2018 - Luiz Acorsi
Instrutor Distrital - Gilmar Fiebig
Governador 2018/2019 - Nelço Angelo Tesser
Governador 2019/2020 - Luiz Fornari Fassina

Introdução:
A importância do Planejamento Estratégico
A implementação nos clubes
Ano da Evolução -
O pensar, o criar e o fazer, será sempre o nosso desafio.
 
“Este é um mundo que muda, e nós precisamos aprender a mudar com ele.
A história do Rotary será escrita muitas vezes”.
Paul Harris
 
1. PRINCÍPIOS

“O que define uma organização são seus valores.
Em cima deles é que se constroem as competências que a organização precisa ter”.


Desde sua fundação, muitos princípios básicos têm sido desenvolvidos para que os rotarianos atinjam o ideal de prestação de serviços e altos padrões de ética.

O objetivo do Rotary, formulado pela primeira vez em 1910 e adaptado à medida em que a missão da entidade se expandia, define sucintamente o propósito da organização e as responsabilidades dos rotarianos.

O objetivo do Rotary é estimular e fomentar o Ideal de Servir, como base de todo empreendimento digno, promovendo e apoiando:

PRIMEIRO: O desenvolvimento do companheirismo como elemento capaz de proporcionar oportunidade de servir;

SEGUNDO: O reconhecimento do mérito de toda ocupação útil e a difusão das normas de ética profissional;

TERCEIRO: A melhoria da comunidade pela conduta exemplar de cada um na vida pública e privada;

QUARTO: A aproximação dos profissionais de todo o mundo, visando a consolidação das boas relações, da cooperação e da paz entre as nações.

Assim, asseguramos que o Rotary é uma organização de líderes de negócios e profissionais, unidos no mundo inteiro, que prestam serviços humanitários, fomentam um elevado padrão de ética em todas as profissões e ajudam a estabelecer a paz e a boa vontade no mundo.

A PROVA QUÁDRUPLA - Um dos valores e princípios de Rotary, venerada e seguida por rotarianos no mundo todo, foi criada pelo rotariano Herbert J. Taylor em 1932 e traduzida para mais de 100 idiomas.

Do que nós pensamos, dizemos ou fazemos:
1 - É a VERDADE?
2 - É JUSTO para todos os interessados?
3 - Criará BOA VONTADE e MELHORES AMIZADES?
4 - Será BENÉFICO para todos os interessados?

Consubstanciados na prova quádrupla ,observemos os valores e princípios que norteiam os nossos processos decisórios e o comportamento dos integrantes da organização Rotary do distrito 4700, no cumprimento de sua missão.
 
Companheirismo
Ética
Tolerância
Comprometimento
Liderança
Dignidade
Humildade
Bom senso
Flexibilidade
Solidariedade
Serviços

 
2. MISSÃO

A missão proporciona e desenvolve em todos os rotarianos do distrito 4700 um senso comum de oportunidade, direção, significância e realização.
A missão institucional do Distrito 4700 exprime e fundamenta a razão de existir da organização.
Contribuir com a humanidade na prestação do serviço com espírito comunitário e humanitário no ideal de servir com ética e companheirismo, estreitando os laços de amizade, que nos unem na busca da paz e da compreensão mundial.

3. PROPÓSITO

O propósito é definido como o entendimento do principal benefício esperado pelos principais interessados pela organização Rotary.
Tendo em vista as tendências relevantes para os próximos anos, considerando-se os principais benefícios que os nossos clientes internos e externos esperam dos rotarianos, no distrito 4700, obteve-se o seguinte propósito, que será o nosso balizamento.
Expandir e integrar o distrito 4700, para melhor servir às comunidades, com a prestação de serviços, através dos profissionais e líderes de negócios com companheirismo, atuando em ações transformadoras, buscando contribuir para a paz e a compreensão mundial entre os povos.
O Grau de realização deste propósito será avaliado por intermédio dos seguintes indicadores, usando o cálculo % para sua determinação.

      Índice de formalização de novos Clubes:
            Índice de aumento na admissão de novos companheiros
            Índice de retenção de companheiros
            Número de projetos via Fundação Rotária alavancados no Distrito
            Número de ações de apoio às comunidades
            Índice de satisfação dos rotarianos
            Índice de aumento de doações à Fundação Rotária
            Índice de frequência em reuniões do Clube
            Índice de conhecimento rotário pela comunidade

4. PREMISSAS

A partir do ano rotário 2010 o D 4700 seguindo orientação do RI inicia a implementação de uma nova estrutura de gestão nos RCs, implantando o PLC (Plano de Liderança de Clubes), um novo modelo de administração, mais dinâmica e eficaz que exigirá dos RCs uma nova estrutura administrativa criando assim as comissões permanentes de Serviço que foca os trabalhos com ação mais presente nas comunidades onde encontramos RCs. Este novo modelo irá favorecer o alcance das metas anuais e de longo prazo com a continuidade desejada. Deverá ser indicado o Governador Distrital e o presidente do RC com 24 meses de antecedência.
O presidente indicado do 3° ano, do 2° ano a frente indicará o seu Conselho Diretor para serem respectivamente o 2° secretario, 3° secretario, 2° tesoureiro, 3° tesoureiro, assim como 2° protocolo e 3° protocolo do presidente eleito que terá o 1° secretario, tesoureiro e protocolo. Este procedimento administrativo irá garantir a continuidade administrativa.

• O presidente eleito, o presidente atual e o último ex-presidente deverão formar uma trinca” trabalhando juntos para garantir continuidade nos trabalhos, na liderança e no planejamento das atividades futuras no RC.

• Os membros das Comissões deverão ser indicados para trabalhar por três anos na mesma Comissão com o intuito de favorecer a continuidade dos trabalhos.

• As Comissões de serviços permanentes, terão papel predominante nesta condição pela continuidade dos trabalhos.

As Comissões permanentes serão organizadas da seguinte forma, podendo cada RC, combinar, eliminar, expandir ou adicionar subcomissões as suas necessidades e seu tamanho.

DESENVOLVIMENTO DO QUADRO ASSOCIATIVO:
Desenvolve e implementa plano abrangente para recrutamento, retenção e expansão de Clubes.

IMAGEM PÚBLICA:
Desenvolve e executa planos para informar o público sobre o Rotary e divulgar as atividades do Clube.

ADMINISTRAÇÃO DO CLUBE:
Realiza atividades que conduzem ao funcionamento eficaz do Clube.

PROJETOS HUMANITÁRIOS:
Elabora e executa projetos educacionais, humanitários e vocacionais que atendam necessidades das unidades locais e de outros países.

FUNDAÇÃO ROTÁRIA:
Cria e implementa planos para obter apoio à Fundação Rotária através de assistência financeira e participação em programas.

Além dessas cinco Comissões permanentes, da missão e do propósito, observamos, também, como foco estratégico três pilares estruturais, que nortearão o desenvolvimento das diretrizes estratégicas do D 4700, para os próximos cinco anos:
VISIBILIDADE
INTEGRAÇÃO
MOBILIZAÇÃO
 
VISIBILIDADE: Como nossa primeira tarefa, é a de dar visibilidade ao todo bem que o Rotary faz no mundo. O Rotary de hoje não pode ficar calado. O Rotary de hoje deve fazer e mostrar à comunidade suas ações. É a busca incessante do fortalecimento da Imagem Pública de Rotary.

INTEGRAÇÃO: Juntos somos muito fortes. É a união, a realização de parcerias na comunidade e a mútua cooperação interna e externa. É a integração da família rotária na vida do Rotary Clube. É desenvolver e criar um ambiente favorável e de motivação ao rotariano(a).

MOBILIZAÇÃO: Atender o chamamento na aplicação dos Serviços. É o ideal de servir. Ser cúmplice das metas e sonhos do ideal rotário, das realizações concretas. Mobilizar todo o quadro social e demais parceiros.

Diante dessas premissas, buscando a consolidação do propósito para até 2020, o D4700, definiu as seguintes diretrizes estratégicas, estruturadas, obedecendo ao novo modelo administrativo distrital e de RCs, respectivamente:

PLD - Plano de Liderança Distrital
PLC - Plano de Liderança de Clubes


5. DIRETRIZES ESTRATÉGICAS

5.1 DESENVOLVIMENTO DO QUADRO ASSOCIATIVO
Diretrizes Estratégicas:

5.1.1. Prospectar e fomentar a criação e desenvolvimento de novos RCs no Distrito;
5.1.2. Realizar planejamento do quadro social- Classificação/profissões, novas gerações/jovens aposentados. Ampliação e Criação de clubes mistos. Elaborar processo de retenção do sócio, valorização do novo sócio e estimulo aos mais antigos;
5.1.3. Manutenção dos Sócios- Criar mecanismos para a integração, motivação e participação dos sócios- Plano de Capacitação, e de treinamento do novo sócio e envolvimento de todos os sócios nas atividades dos RCs.
5.1.4. Trabalhar no desenvolvimento e capacitação do líder rotariano treinamentos, palestras, desenvolvimento de novas metodologias, novos conteúdos, participação nas atividades distritais, etc.

5.2 IMAGEM PÚBLICA DO RC
Diretrizes Estratégicas:

5.2.1. Dar visibilidade interna e externa de todas as atividades desenvolvidas pelos clubes e especialmente do Distrito;
5.2.2. Buscar parcerias junto à mídia para divulgação de projetos do clube e do Distrito;
5.2.3. Planejar sistematicamente a divulgação de todos os trabalhos do clube e da Fundação Rotária - projetos e ações;
5.2.4. Criar um plano distrital de comunicação.

5.3 ADMINISTRAÇÃO DO RC
Diretrizes Estratégicas:

5.3.1. Estabelecer mecanismos para estimular a presença dos sócios nos clubes;
5.3.2. Elaborar o planejamento estratégico do clubes. Fazer gestão profissional do clube - (definir visão de futuro, ações, projetos, orçamento, contribuições à Fundação Rotária, etc.);
5.3.3. Promover reuniões organizadas para estimular a participação de todos.

5.4 PROJETOS HUMANITÁRIOS
Diretrizes Estratégicas:

5.4.1. Implementar e fazer projetos de atuação conjunto entre os Rotary clubes do distrito, de prestação de serviços à comunidade;
5.4.2. Envolver os rotaract, interact, rotakid’s, ryla e intercambistas, em projetos e atividades de apoio às comunidades;
5.4.3. Fazer o intercâmbio de jovens, parcerias com clubes de outros países;
5.4.4. Buscar parcerias com instituições de ensino, entidades de classes, ong’s, etc. para projetos de prestação de serviços na comunidade obedecendo as diretrizes e ênfases do Presidente de RI.

5.5 FUNDAÇÃO ROTÁRIA
Diretrizes Estratégicas:

5.5.1. Tornar conhecida a ABTRF - Associação Brasileira da The Rotary Foundation nos meios rotários e na comunidade, sensibilizando-os para doações de recursos aos fundos de previsão da FR.;
5.5.2. Criar um balcão de informações e consultas para a elaboração de projetos;
5.5.3. Ampliar a doação à Fundação Rotária, através da divulgação interna das atividades desenvolvidas e apoiadas por ela;
5.5.4. Criar, planejar e estimular sistematicamente contribuições e doações de fundos à Fundação Rotária.
 
6. PLANO DE OBJETIVOS E METAS

Para fazer com que as opções estratégicas do D 4700 conduzam aos resultados pretendidos, a atuação do D 4700 e dos RCs deverá concentrar-se na operacionalização das diretrizes estratégicas apresentadas acima nas cinco Comissões de Serviços, em plano de objetivos e metas, destacadas, prioritariamente, para cada diretriz estabelecida:

6.1 DESENVOLVIMENTO DO QUADRO ASSOCIATIVO

6.1.1. Prospectar e fomentar a criação e desenvolvimento de Novos Clubes
Ações prioritárias:
      - Estimular a criação de novos Clubes no Distrito
            Meta de longo prazo: três novos RCs no Distrito, até 2020
            Meta de curto prazo: um clube em 2017/2018, que pode ser um E-CLUB
      - Ampliar Clubes mistos no Distrito
            Meta de longo prazo: 100% dos RCs do Distrito serem mistos até 2020

6.1.2. Realizar planejamento do Quadro Social, classificação/profissões, novas gerações/jovens, aposentados. Criação de Clube misto. Elaborar processo de retenção do sócio, valorização do novo sócio e estímulo aos mais antigos.
Ações prioritárias:
      - Ampliar o quadro social, com novos profissionais; jovens, mulheres e aposentados:
            Meta de longo prazo: +250 companheiros até 2020
            Meta de curto prazo: + 100 companheiros em 2017/2018

6.1.3. Criar mecanismos para a integração, motivação e participação dos sócios.
Ações prioritárias:
      - Envolver todos os sócios em todas as atividades do Clube, cumplicidade nas ações do RC.
      - Presença nas reuniões.
            Meta de longo prazo: Ter todos os companheiros envolvidos com os trabalhos e realizações do RC.
            Meta de curto prazo: Criar mecanismos de treinamento para obter e participações visando obter acréscimo de 20% dos rotarianos envolvidos nos trabalhos e atividades do RC em 2017/2018 especialmente com a implantação do PLC.

6.1.4. Trabalhar no desenvolvimento e capacitação do líder rotariano; treinamentos, palestras, desenvolvimento de novas metodologias e novos conteúdos.
Ações Prioritárias:
      - Promover e ampliar os treinamentos, palestras de capacitação e formação de novos líderes de Rotary.
            Metas de longo prazo: Realizar 30 eventos, até 2020 no Distrito
            Metas de curto prazo: Realizar 10 eventos em 2017/2018- Ryla

6.2. IMAGEM PÚBLICA DO RC

6.2.1. Dar visibilidade interna e externa de todas as atividades desenvolvidas pelos Clubes, especialmente do Distrito.
Ações prioritárias:
      - Divulgar todas as atividades dos Clubes e do Distrito nos meios de comunicação.
            Metas de longo prazo: Divulgação de 100% das atividades realizadas pelos RCs, do Distrito e do RI.
            Metas de curto prazo: 100% das atividades divulgadas.
      - Ampliar o desenvolvimento dos Boletins nos clubes, com conteúdos educativos, sociais e atividades e ações do clube.
            Metas de longo prazo: 50% dos Clubes com Boletins implantados, até 2020.
            Metas de curto prazo: ter 20% dos Clubes do Distrito com Boletins implantados em 2017/2018 como facilidade o uso da ferramenta eletrônica – website.

6.2.2. Buscar parcerias junto à mídia para divulgação dos projetos do Clube e do Distrito
Ações prioritárias:
      - Realizar eventos no Distrito, regionalizados, para a mídia, com conteúdos apropriados e focando as realizações, projetos e ações do Rotary.
            Metas de longo prazo: cinco eventos, até 2020
            Metas de curto prazo: um evento em 2017/2018
      - Buscar parceiros em todos os meios de comunicação para divulgar as ações dos Rotary Clubes e do Distrito.
            Metas de longo prazo: um parceiro por Clube, até 2020
            Metas de curto prazo: um parceiro por área de atuação do Governador Assistente em 2017/2018

6.2.3. Planejar sistematicamente a divulgação de todos os trabalhos do Clube e da Fundação Rotária - projetos e ações.
Ações prioritárias:
      - Divulgar mensalmente todos os trabalhos dos Rotary Clubes, via mídia escrita, falada e televisiva e em especial via mídia eletrônica com Website do Clube e do Distrito, boletins, e outros meios;
            Meta de longo prazo: 70% dos Clubes divulgando suas atividades, até 2020
            Meta de curto prazo: 50% dos Clubes divulgando suas atividades em 2017/2018
      - Fortalecer a Imagem Pública do Rotary e da Fundação Rotária, divulgando projetos e ações;
            Metas de longo prazo: 100% dos Clubes divulgando seus projetos, até 2020
            Metas de curto prazo: 60% dos Clubes divulgando seus projetos em 2017/2018

6.2.4. Criar um Plano Distrital de Comunicação
Ações prioritárias:
      - Desenvolver e implementar um Plano de Comunicação para o Distrito;
      -Transformar o site do Distrito em uma ferramenta de interatividade entre os Compa-nheiros e Clubes;
            Metas: Ter um Plano Anual de Comunicação.

6.3. ADMINISTRAÇÃO DO RC
6.3.1. Estabelecer mecanismos de estimulo para a manutenção da presença dos sócios nos clubes.
Ações prioritárias:
      - Tornar as reuniões mais atrativas, estimulantes, desafiadoras e participativas;
            Metas de longo prazo: Buscar índice médio de 90%
            Frequência nos RCs, até 2020
            Metas de curto prazo: Buscar índice médio de 80%
            Frequência nos RCs em 2017/2018
      - Fazer pesquisa de satisfação dos sócios do clube.
            Metas de longo prazo: Realização anual de pesquisa de satisfação dos sócios no RC
            Metas de curto prazo: Realização anual de pesquisa de satisfação dos sócios no RC
      - Ampliar a frequência dos sócios nas reuniões e eventos rotários dos Clubes e em especial do Distrito.
            Metas de longo prazo: Busca de 65%, em média, de frequência até 2020
            Metas de curto prazo: índice de 50%, em média, de frequência em 2017/2018

6.3.2. Elaborar o Plano Estratégico do Clube. Implementar gestão profissional no RC (definir visão de futuro, ações, projetos, orçamento, serviços, contribuições à Fundação Rotária, entre outros)
Ações prioritárias:
      - Estimular a realização de Plano Estratégico nos RCs, conforme orientações do PLC.
            Metas de longo prazo: 80% dos RCs até 2020
            Metas de curto prazo: 60% dos RCs em 2017/2018
      - Estimular a condução de uma gestão profissionalizada nos Clubes do Distrito;
            Metas de longo prazo: 70% dos RCs em 2020
            Metas de curto prazo: 60% dos RCs em 2017/2018

6.3.3. Promover reuniões organizadas para estimular a participação de todos.
Ações prioritárias:
      - Antecipar a agenda e organização das reuniões da semana
            Meta de curto prazo: 80% dos Clubes organizados em 2017/2018
      - Tornar o Clube eficaz, dinâmico e atrativo com informação rotária, discussão dos pro-blemas comunitários, palestras, a família envolvida, etc.
            Meta de Longo prazo: Ser referência em todos os municípios em que temos um RC com a prestação de serviços à comunidade e sua participação nos eventos comunitários;
            Meta de curto prazo: Envolver a comunidade em todas as ações do RC, e ser a referência em ações comunitárias.

6.4. PROJETOS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

6.4.1. Implementar e fazer projetos de atuação em conjunto entre os Rotary Clubes do município envolvendo a prestação de serviços à comunidade.
Ações prioritárias:
      - Estimular os Rotary Clubes na realização, conjunta, de projetos;
            Metas de longo prazo: seis projetos/ano até 2020 envolvendo parcerias locais ou interdistritais;
            Metas de curto prazo: um projeto comunitário em 2017/2018 envolvendo parcerias locais ou interdistritais;
      - Estimular a implantação de projetos - Rotary na Escola;
            Metas de longo prazo: Ter em todo o Distrito ação rotária nas Escolas - envol-vendo 70% das escolas existentes.
            Metas de curto prazo: Ter em todo o Distrito ação rotária em pelo menos uma escola por RC.
      - Estimular os Clubes na elaboração de projetos, com abrangência em Alfabetização, Recursos Hídricos, Saúde e Nutrição, Recursos Ambientais, entre outros.
            Metas de longo prazo: Elaboração de projetos nestas ênfases em 100% dos RCs do Distrito até 2020
            Metas de curto prazo: Iniciar os trabalhos para que possamos ter implantado projetos em 80% do Distrito nestas ênfases em 2017/2018
      - Estimular os RCs na prestação de serviços trabalhando e usando o NRDC (Núcleo Rotary de Desenvolvimento Comunitário).
            Metas de longo prazo: ter no Distrito em 2020, cinco NRDC
            Metas de curto prazo: ter em 2017/2018 a criação de um NRDC.

6.4.2. Envolver o Rotaract, lnteract, Ryla e intercambistas, em projetos e atividades de apoio às comunidades.
Ações prioritárias:
      - Estimular o Rotaract, Interact, gerando o espírito do Servir
            Metas de longo prazo: 100% dos integrantes participando de atividades, até 2020
            Metas de curto prazo: 80% dos integrantes participando de atividades em 2017/2018

6.4.3. Buscar junto aos participantes de intercâmbio de jovens, um canal de parcerias com Clubes de outros países
Ações prioritárias:
      -Estabelecer a estratégia de aproximação de relações interclubes através do YEP;
            Metas de longo prazo: Manter contatos com 100% dos RCs envolvidos no Intercâmbio de Jovens até 2020 na busca de parcerias.

6.4.4. Fazer o Intercâmbio de Jovens e se certificar de que a preparação das famílias e dos intercam-bistas estejam de acordo com os objetivos propostos pelo programa;
Ações prioritárias:
      - Prospectar novos Distritos e novos Clubes no exterior e fazer um Intercâmbio de Jovens
            Metas de longo prazo: fazer 20 até 2020
            Metas de curto prazo: fazer 10 em 2017/2018.
      - Realizar treinamentos específicos de preparação dos intercambistas e das famílias, rotarianas ou não, que receberão os jovens.
            Meta: Realizar os encontros específicos com as famílias exigindo a presença de todos em 100% dos casos, assim como dos intercambistas. Preparar recepção e treinamento.

6.4.5. Buscar parcerias com instituições de ensino, entidades de classes, Ong’s, Distritos Rotários, etc. para projetos de promoção e melhoria da qualidade de vida.
Ações prioritárias:
      - Aumentar contatos com os Clubes do exterior, buscando parcerias em projetos;
            Metas de longo prazo: 30% dos Clubes do nosso Distrito com efetivo contato formando inclusive irmandades, até 2020
            Metas de curto prazo: 15% dos Clubes com efetivo contato formando se possível irmandade para ampliar os trabalhos em 2017/2018
      - Fazer atividades mobilizadoras de grande impacto, com outros parceiros, entidades e Ong’s, empresas, órgãos do governo, etc.
            Metas de longo prazo: cinco eventos no Distrito até 2020;
            Metas de curto prazo: um evento no Distrito em 2017/2018;
      - Expandir projetos e ou ações do Clube, de atendimento às necessidades da comunidade local, em parceria com instituições locais.
            Metas de longo prazo: dois por Clube, até 2020
            Metas de curto prazo: um por Clube em 2017/2018.

6.5. FUNDAÇÃO ROTÁRIA

6.5.1. Tornar conhecida a ABTRF - Associação Brasileira da The Rotary Foundation nos meios rotários e na comunidade, sensibilizando-os para a arrecadação de fundos e investimentos.
Ações prioritárias:
      - Divulgar a finalidade e objetivos da ABTRF
            Metas de longo prazo: 100% dos RCs até 2020;
            Metas de curto prazo: 100% dos RCs em 2017/2018;
      - Buscar doações de fundos via a ABTRF
            Metas de longo prazo: Arrecadar US$ 20.000 até 2020;
            Metas de curto prazo: Arrecadar US$ 10.000 em 2017/2018;

6.5.2. Criar um balcão de informações e consultas para a elaboração de projetos
Ações prioritárias:
      - Formar Equipes Distritais capacitadas para atender e orientar na elaboração de projetos;
            Metas de longo prazo: Ter cinco equipes regionalizadas em 2020;
            Metas de curto prazo: três equipes no Distrito em 2017/2018;

6.5.3. Ampliar a doação à Fundação Rotária, através da divulgação interna das atividades desenvolvidas e apoiadas por ela:
Ações prioritárias:
      - Ampliar a obtenção de doações à Fundação Rotária
            Metas de longo prazo: Aumento de 10% ao ano, até 2020;
            Metas de curto prazo: Arrecadar U$ 100.000 em 2017/2018;

6.5.4. Criar, planejar e estimular a obtenção de contribuições permanentes para as doações à Fundação Rotária:
Ações prioritárias:
      - Buscar formas inovadoras que garantam uma contribuição sustentável e permanente por Clube à Fundação Rotária
            Metas de longo prazo: 100% dos clubes, até 2020
            Metas de curto prazo: 80% dos clubes em 2017/2018.
Rotary Distrito 4700
Rio Grande do Sul - Brasil
© Todos os direitos reservados